Aqui vale quase tudo

Porque estou farta de viver numa República? | 7 de Março de 2010

Esta República parece uma carroça vazia, nada lá dentro e uma barulheira que não se aguenta.

Está falida, corrupta, tomada de assalto pelos partidos que nada fazem em defesa do povo, mas somente em defesa do seu próprio umbigo.

São subsídios atrás de subsídios sabe-se lá para quê e para quem.

Descuram a agricultura, a pesca, os produtos tradicionais, a língua, as tradições populares.

Deturpa-se ou esquece-se a História deste País, fundado em 1143.

Vivemos num país em que o que importa é “ter” e não “ser”.

Os portugueses estão cansados de não terem emprego, de pagarem impostos demasiado altos, de terem uma assistência á saúde miserável, por não haver boas escolas com bons programas de ensino. O que se ensina hoje em dia tem o cunho republicano para não dar hipótese aos jovens de poderem pensar que há alternativas.

Estamos fartos de assaltos, realizados muitas vezes por pessoas que cá estão devido á má abertura das fronteiras.

Estamos fartos de trabalhar um mês inteiro (quem ainda tem essa sorte) para recebermos o nosso ordenado ao passo que milhares de pessoas passam o mês inteiro a fazer sabe-se lá o quê e depois têm direito ao rendimento mínimo.

Estamos fartos de gestores que só o são porque pertencem ao partido certo.

Estamos fartos do fosso entre os mais ricos e os mais pobres estar a crescer cada vez mais.

Os nossos políticos só se preocupam em ficar bem na fotografia da Europa, mas infelizmente já nem isso estão a conseguir.

Estamos fartos de patrões que abusam de nós, que nos dizem como tipo chantagem que ainda nos pagam o ordenado a tempo todos os meses. (como se não o merecêssemos).

Estamos fartos de estarmos fartos e cansados de estarmos fartos.

E por estes motivos todos e mais alguns, os monárquicos não devem votar na eleição para Presidente da República. A abstenção tem de ser superior a 51 % para mostrarmos a Portugal e ao resto do Mundo que não queremos viver numa República.

Ana Vinagre

07-03-2010


Publicado em Sem categoria

Deixe um Comentário »

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

    Iniciando….

    Tal como o nome sugere, vou tentar escrever o melhor que consiga acerca do que achar pertinente, incómodo, romântico, misterioso, fútil, verdadeiro e outros adjectivos mais. Resumindo: vou escrever acerca do que me apetecer, comunicar por este meio o que me vai na cabeça, coração e quem sabe de que mais órgãos. Comentem, partilhem pensamentos, sintam-se livres, não esquecendo sempre que a liberdade de cada um termina onde começa a do outro. O blog é meu para quase todos............. Sintam-se em vossa casa. Passem um bom bocado. Ana Vinagre
    Março 2010
    M T W T F S S
    « Fev   Abr »
    1234567
    891011121314
    15161718192021
    22232425262728
    293031  

    Blog Stats

    • 1,222 hits
%d bloggers like this: