Aqui vale quase tudo

O estado em que nós vivemos | 28 de Outubro de 2009

Mais um novo governo tomou posse. Umas caras novas, outras lavadas, mas o essencial claro que fica na mesma.

O País está doente com todos os males possíveis e imaginários.

Compadrios, luvas, influências de organizações “secretas”, egoísmo pessoal, egoísmo partidário, egoísmo patronal…… Enfim todos a olharem para o seu umbigo e para a sua conta bancária.

E nós os que trabalhamos e que passamos o mês inteiro a pagar?? Já estamos cansados de pagar e de não ver nada de efectivamente válido feito. Estamos cansados de fazer tanta conta e com sorte acabar por chegar até ao próximo ordenado. E os outros?? Aqueles que por mais contas que façam nunca chega a não ser para uma barrigada de fome, casas sem condições ou alguns sem terem casa sequer. Alguns deles que trabalharam uma vida inteira e agora recebem uma reforma de miséria.

Mas existem outros…….. que ao abrigo de decretos e leis…… obtém o rendimento mínimo sem nunca nada terem produzido para o País. Quantos imigrantes se limitam a engravidar as mulheres para o rendimento ser maior??

E nós a vermos, nós a trabalharmos e eles o dia inteiro a roçarem-se pelas esquinas e a passearem as “alegres criancinhas”.

Não posso ser injusta…. alguns até trabalham, mas acabam por serem explorados, os patrões não descontam sobre o rendimento deles e o País fica mais pobre e os patrões mais ricos. Também existem excepções, mas infelizmente são muito poucas.

Temos de ser justos, correctos e “ cooperantes” para com os estrangeiros que vêm até ao nosso País, pois muitos dos nossos antepassados também foram emigrantes. Até aqui tudo bem, mas…….. quando alguns começam a ser melhor tratados do que os próprios Portugueses, algo não está mesmo nada bem.

Este País tem de mudar. Temos de tomar medidas que não vão estar a contento de muita gente, principalmente dos detentores do poder. Mas para isso temos de ser todos ou quase todos a querer essa mudança. Temos de sair das nossas zonas de conforto para que algo seja feito e urgentemente.

Devíamos poder escolher pessoas e não partidos políticos. Porque infelizmente aqueles que efectivamente poderiam conseguir fazer algo para a situação mudar, os efectivamente competentes, não estão interessados em ser conotados com o partido A ou B.

Para essa mudança, muitos defendem que é urgente a Monarquia. Eu só defendo que é preciso alguém que Ame este País acima de tudo. Se esse alguém for o Rei, então venha Ele e o mais depressa possível. Contará então com o meu apoio incondicional.

Viva Portugal. Viva quem o possa Amar.!!!!!!!!!!


Publicado em Sem categoria

Deixe um Comentário »

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

    Iniciando….

    Tal como o nome sugere, vou tentar escrever o melhor que consiga acerca do que achar pertinente, incómodo, romântico, misterioso, fútil, verdadeiro e outros adjectivos mais. Resumindo: vou escrever acerca do que me apetecer, comunicar por este meio o que me vai na cabeça, coração e quem sabe de que mais órgãos. Comentem, partilhem pensamentos, sintam-se livres, não esquecendo sempre que a liberdade de cada um termina onde começa a do outro. O blog é meu para quase todos............. Sintam-se em vossa casa. Passem um bom bocado. Ana Vinagre
    Outubro 2009
    M T W T F S S
        Dez »
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    262728293031  

    Blog Stats

    • 1,222 hits
%d bloggers like this: